Conheça nossos planos

» Direito Financeiro

Possuo dívidas bancárias que estão com juros altíssimos e não consigo pagar; o que devo fazer?

Entrei em dívidas com empréstimos de banco de altos juros e foi virando uma bola de neve. Estou desempegado e com restrição no nome. Gostaria de saber o que posso fazer pois isto ainda acaba me fazendo perder boas oportunidades de trabalho e recomeçar.

Pergunta feita por um usuário de Botucatu/SP em 12/06/2012


Respostas

Prezado, É possível que, analisando a taxa de juros praticada no mercado, faça uma ação buscando rever o contrato de empréstimo, questionando os juros e valores cobrados, buscando uma redução deste valor, inclusive renegociando sua dívida. Atenciosamente, -rp

Pergunta respondida por Rafael Preis advogado de Joinville/SC em 12/06/2012

Pimeiro procurar um advogado para ver se não é caso de juros abusivos. Caso não seja, pode tentar entrar em acordo com o banco para o parcelamento do débito. Também pode ir até a Caixa Economica, que fornece juros bem menores, e pedir para que eles comprem a sua dívida (é necessário ter conta lá), você passa então a dever para eles a juros bem mais baixos.

Pergunta respondida por Darrier Benck de Carvalho Dias advogado de Taubaté/SP em 12/06/2012

Só ha uma solução, pagar a dívida, porem com juros legais sem que haja anotocismo, contrate um advogado para analisar o seu caso, pois vislumbra-me uma revisão contratual para os patamares permitidos pelo Bacen, obr e sdç GLeite Advogado

Pergunta respondida por José Galvão Leite advogado de Guaratinguetá/SP em 12/06/2012

Você deve ajuizar uma Ação Revisional dos Contratos de empréstimos para que seus juros sejam revistos e sua dívida seja ajustada. Procure um advogado especializado em Direito do consumidor ou procure a Defensoria. Isto se você já tiver esgotado as tentativas de resolução junto ao banco de forma amigável. o advogado pode conseguir que seu nome seja retirado dos Cadastros Restritivos de Crédito liminarmente, depende porém, do entendimento do juízo ou se a inscrição foi feita regularmente, ou seja, se você realmente está sem pagar.

Pergunta respondida por Amanda Barrozo Madureira da Cunha advogada de São Gonçalo/RJ em 12/06/2012

Comentários